Distribuição de infraestrutura de Telecomunicações

         (81) 99164-5340 | (81) 3228 0919

Lemos Telecom

Notícias

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


2020: como a pandemia acelerou a transformação digital


2020: como a pandemia acelerou a transformação digital

Descobrir como será o futuro e planejar a estratégia em vendas é sempre uma incógnita, não é mesmo? No momento que estamos vivendo, se tornou algo ainda mais complexo. Com as mudanças impulsionadas pela pandemia do coronavírus, você já pensou nos novos cenários desenhados pela tecnologia? Neste post, falamos sobre isso e como essas inovações devem revolucionar as estratégias de vendas das empresas. Boa leitura!

O cenário de pandemia do novo coronavírus, a COVID-19, trouxe preocupações e mudanças evidentes em diversas áreas e atividades humanas. Embora a Saúde e a Economia sejam as áreas mais afetadas, os impactos se estendem para diversos setores, incluindo as áreas de trabalho e a necessidade de uma reorganização das empresas para continuar tocando os seus negócios.

Em um momento com tantas incertezas, a pergunta que se repete é: e depois? O que esperar do cenário comercial pós pandemia? Uma coisa é certa e está além das tendências: você precisa investir na gestão de clientes para entender como vender mais a partir desse novo momento. A tecnologia pode ajudar muito e de forma efetiva nesta tarefa. Por isso veja a seguir como recursos tecnológicos contribuem para a força de vendas.

Inovações que chegaram para ficar

A tecnologia continua sendo a grande protagonista das mudanças que podemos esperar daqui em diante, principalmente quando o assunto é o uso de inteligência artificial, IoT (Internet of Things) e a robótica. Cada vez mais a capacidade dos algoritmos aprenderem com as interações entre dispositivos e humanos refina a capacidade de compreensão.

Inteligência Artificial

O aprendizado das máquina definitivamente pode revolucionar a estratégia em vendas, de uma forma que o foco se torna a experiência do cliente. O que, por si só, renova técnicas como as de rapport – baseada no desenvolvimento de empatia entre vendedores e clientes.

Quer saber como? Com a tecnologia e as interações online, é possível desvendar o comportamento do consumidor e aprender mais sobre ele, na medida em que as interações podem ser feitas a partir de chatbots. Esses robôs digitais têm revolucionado o atendimento ao cliente, pois estão presentes nos aplicativos de mensagens mais usados pelos consumidores e podem ser usados como parte do time de vendas.

Empresas de todos os segmentos precisam ficar de olho nessa tendência tecnológica do uso de bots na criação de uma esfera conversacional, que permite também automatizar processos e integrar sistemas. Já pensou se o seu CRM (Customer Relationship Management) contasse com uma assistente virtual? Existem no mercado diversas soluções para gestão de clientes que contam com essa vantagem e realizam o sonho de quem trabalha com vendas: ter todas as oportunidades organizadas!

Contactless economy

Outra tendência relevante fica evidente diante da redução das grandes equipes de vendas externas é o contato via meios digitais.Com a quarentena vimos que muitos hábitos que adotávamos eram desnecessários e poderíamos fazer tudo online. Nos acostumamos com o delivery de alimentação, com as compras online, com as transações financeiras via apps, com telemedicina, aulas online, fazemos videoconferências e trabalhamos em casa.

O atendimento remoto aos clientes se fortalece como uma prática que deve se consolidar ainda mais no mercado. O que significa que a estratégia em vendas tem se transformado profundamente para garantir que vendedores encontrem novas formas de oferecer serviços e produtos aos clientes e ao mesmo tempo, que clientes tenham experiências de compra cada vez melhores, mesmo que à distância.

Criatividade + tecnologia

Algumas tendências tecnológicas já estavam sinalizadas antes da pandemia ganharam ainda mais força. Elas foram e continuarão sendo aceleradas, contribuindo para construir uma sociedade mais resiliente com significativos efeitos sobre como fazemos negócios, como trabalhamos, como produzimos bens, como aprendemos, como procuramos serviços médicos e como nós nos divertimos.

A resiliência, a agilidade e a criatividade são essenciais para os negócios se reinventarem. Entregas feitas por drones, lives que substituem eventos ao vivo, serviços prestados por meio de ferramentas digitais. Resumindo, essas adaptações necessárias têm levado pequenos e grandes negócios a rever sua atuação no mercado. Certamente não voltaremos ao antigo “normal” quando a pandemia acabar.

Ofertas Digitais

Assim como empresas de mídia e pesquisa estão transformando eventos ao vivo em virtuais, o mesmo ocorre com os consumidores que estão se adaptando à digitalização de seus comportamentos. Alguns dados demográficos, como consumidores mais velhos, podem ter ficado desconfortáveis ??com a compra de mantimentos ou outros produtos online, mas o coronavírus os forçou a ficar confortáveis.

Quando entram na nova rotina e se acostumam com a facilidade de entrega à sua porta, esses compradores podem achar uma pressão ter de voltar ao varejo físico, afirmam os especialistas. Isso demonstra uma mudança no comportamento do consumidor e uma maior receptividade das pessoas em relação aos serviços digitais. Investir na presença digital deve ser, sem dúvida, a prioridade das empresas que buscam manter um bom posicionamento no mercado.

Vendas em tempo de crise

Uma crise nas vendas só é verdadeiramente contida e contornada quando a empresa tem a tecnologia dentro do processo comercial. A transformação digital nos setores de vendas é urgente e inadiável. É através de um software de CRM de vendas que as empresas têm os recursos necessários para conseguir vender mais em tempos de crise.

Fonte: Senior


Voltar
WhatsApp: 81991645340