Distribuição de infraestrutura de Telecomunicações

         (81) 99164-5340 | (81) 3228 0919

Lemos Telecom

Notícias

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


11 dicas para aumentar a velocidade da Internet banda larga


11 dicas para aumentar a velocidade da Internet banda larga

Não há nada mais irritante do que sua banda larga ficar mais lenta de repente, enquanto você assiste ao seu programa de TV favorito. Veja como você pode trazer as coisas de volta à velocidade contratada e sem perdas de qualidade.

Quando sua banda larga está lenta, é fácil presumir que a falha está em seu provedor. Mas nem sempre é esse o caso.

De fato, há muitas coisas que podem afetar a velocidade da banda larga, como hardware antigo, fiação deficiente e a localização do seu roteador.

A boa notícia é que existem algumas etapas simples que você pode seguir para dar um pontapé inicial na melhora da sua com conexão a Internet. E a melhor notícia é que compilamos todas elas aqui para você.

Mas antes de agir, o primeiro passo é garantir que você saiba qual a velocidade que está realmente obtendo e qual aquela que foi contratada com o seu provedor.

Para isso, você precisará usar nosso teste de velocidade de banda larga.

Como medir a velocidade da Internet banda larga?

A primeira coisa que você precisará fazer é testar sua velocidade atual de Internet. Isso informará se você está recebendo uma taxa mais baixa do que deveria.

Você pode fazer isso acessando um dos medidores de velocidades, que você pode encontrar em nossa última publicação e executando um teste. 

11 dicas para aumentar a velocidade da Internet banda larga

1. Atualize o seu modem/roteador

A maior causa da desaceleração da Internet é um modem ruim. Modens e roteadores antigos possuem tecnologias ultrapassadas, que podem não ser compatíveis com a largura de banda contratada e afetar a velocidade recebida.

Seu modem possui seu próprio software que você precisa atualizar regularmente. Você pode fazer login no seu modem seguindo as instruções da sua marca, geralmente presentes no manual do produto.

Você também deve considerar a atualização da versão da área de trabalho do sistema operacional do computador, pois as configurações sem fio se tornam menos compatíveis com o tempo.

Em último caso, o ideal é investir em um modem mais novo para que o sistema se mantenha atualizado e seja compatível com as novas velocidades disponíveis no mercado.

No caso de modem com roteador, o ideal é que seja um equipamento dual-band, para que ele possa se adaptar às necessidades dos aparelhos e dos usuários.

2. Troque o seu plano de Internet

Se você achar que sua conexão ainda está lenta, mudar para outro provedor ou plano provavelmente é a melhor solução.

As empresas devem poder fazer um teste de linha e fornecer uma indicação das velocidades que você espera obter antes de se inscrever - e, se elas não forem entregues, você tem o direito de cancelar seu contrato.

Se você estiver atualmente em um serviço de banda larga padrão ADSL e realmente desejar aumentar sua velocidade, sua melhor aposta é atualizar para a banda larga de fibra óptica.

Você pode conhecer as opções de banda larga disponíveis na Konnet clicando aqui.

3. Faça a desfragmentação do seu HD

Desfragmentar o HD vai tornar o seu computador mais rápido, o que aumenta a velocidade de navegação. Essa lentidão de navegação pode ser causada por um HD bagunçado, sem local certo para as pastas e arquivos.

Desfragmentar o HD pode arrumar a “bagunça” de arquivos e deixar o computador mais rápido. Confira o passo-a-passo publicado pela Microsoft para desfragmentação de HD no Windows 10 clicando aqui.

4. Utilize replicadores de sinal de Wi-Fi

Aumentar a velocidade da Internet em certas partes da sua casa pode ser tão simples quanto adicionar um repetidor de Wi-Fi. Um repetidor ajuda a levar o sinal Wi-Fi ainda mais longe, mantendo as mesmas configurações de SSID e senha. Essencialmente, o repetidor contém um roteador sem fio que capta seu sinal Wi-Fi atual.

Em seguida, outro roteador sem fio dentro do repetidor aumenta e transmite um sinal Wi-Fi mais forte para outros dispositivos em sua casa. Você também pode criar um repetidor a partir de um roteador extra.

Ao conectar um segundo roteador ao seu primeiro roteador através de suas portas LAN e definir as configurações, você poderá usar o dispositivo para transmitir seu sinal de Internet sem fio.

Alguns novos roteadores possuem esse recurso incorporado como modo de "ponto de acesso", eliminando a necessidade de você mexer nas configurações do dispositivo.

5. Mantenha o antivírus atualizado

A próxima coisa que você precisa fazer é garantir que nenhum vírus em si, esteja causando a desaceleração. Às vezes, os vírus podem sugar os recursos de Internet, reduzindo a velocidade.

Atualize seu antivírus ou assine uma cobertura paga para garantir que nenhum malware, ou outros invasores possam afetar a sua máquina.

6. Certifique que ninguém está acessando a sua rede de forma indevida

Se o seu Wi-Fi não estiver protegido por senha, qualquer pessoa poderá usá-lo. Isso significa que as pessoas podem estar acessando sua rede sem você saber, causando uma queda na velocidade.

Felizmente, a maioria dos provedores agora fornece automaticamente um roteador protegido por senha. Mas se você não tiver uma configurada ou tiver desativado a senha, proteja sua rede imediatamente.

Para fazer isso:

Abra as configurações do roteador digitando o endereço IP no navegador. Esse é um número que normalmente é impresso no próprio roteador em algum lugar e fica semelhante a esse: 192.168.0.1.

Pode ser necessário fazer o login. A senha do administrador e o nome de usuário também costumam ser impressos no roteador, mas se não estiverem, podem ser consultados com o seu provedor. No painel de configurações você pode definir uma senha e proteger seu sinal de Wi-Fi.

7. Posicione o seu roteador corretamente

Muitos fatores podem afetar a força de um sinal de banda larga sem fio, como paredes, portas e até mesmo interferências de monitores de bebê, micro-ondas e pisca-pisca na sua árvore de Natal.

Portanto, se você sofre com o sinal de Wi-Fi baixo ou não confiável, tente mover o roteador. O ideal é que ele seja posicionado no alto - em cima de uma estante de livros, por exemplo, ou montado em uma parede.

8. Verifique os softwares que realizam download em segundo plano

Existem muitos aplicativos no seu computador que podem estar usando a Internet, possivelmente alguns sem que você saiba.

Atualizações do Windows, verificações e atualizações de segurança, pop-ups do media player, aplicativos de bate-papo instantâneo, Skype e abas de sites abertos podem afetar a velocidade da sua banda larga.

Para aumentar sua velocidade, desligue os aplicativos que você não está usando ativamente, bem como quaisquer serviços de streaming que requerem maior largura de banda, como o Spotify.

Para fazer isso:

No PC, pressione CTRL + SHIFT + ESC para abrir o Gerenciador de Tarefas, que possibilita ver todos os programas em execução e fechar os que você não deseja.

Abra a aba Processos para ver uma lista de tudo o que está sendo executado. Finalize as tarefas os que não são essenciais.

Verifique também a aba Inicializar todos os programas que são abertos automaticamente a cada vez que você liga seu PC. Eles podem afetar significativamente a velocidade de Internet que você recebe ao iniciar seu trabalho.

9. Realize limpezas constantes em seu computador

Seguindo a mesma ideia da desfragmentação de HD, limpar o computador de arquivos e programas desnecessários pode deixar o sistema mais rápido e, por isso, a navegação fica mais rápida.

Você pode utilizar programas de limpeza disponíveis gratuitamente ou assinar programas mais completos. Clique aqui para conhecer cinco programas de limpeza para deixar o seu computador muito mais rápido.

10. Atualize o seu navegador constantemente

O navegador que você usa fará a diferença na sua velocidade de navegação. Dependendo da sua versão e marca, isso pode ser significativo. Por exemplo, se você possui algum problema de navegação, atualize para a versão mais nova acabe com o problema.

O IE 11, por exemplo, suporta muitos padrões da Web; portanto, as coisas correm mais suavemente em comparação com o IE 10. Existem outras coisas a considerar a respeito do Safari, Chrome e Firefox.

11. Não instale muitos plugins em seu navegador

Tente desativar quaisquer complementos adicionais, barras de ferramentas ou outras extensões que possam estar instaladas no seu navegador.

Os complementos são ótimos, mas podem ser prejudiciais à memória, o que tornará seu computador lento e, portanto, diminuirá a velocidade de navegação.

Conclusão

Sabemos que a velocidade da Internet que chega ao seu equipamento pode não depender somente da largura de banda disponível no seu plano.

A primeira forma de tentar otimizar a velocidade que você paga, é trocando o modem e instalando um roteador potente.

Se trocar o roteador não solucionar, você pode tentar aplicar os outros passos, como verificação de antivírus, mudar o posicionamento do roteador ou fazer uma limpeza completa no computador.

Se ainda assim a sua Internet continuar lenta, considere trocar o seu plano ou servidor, para acabar de vez com os problemas de Internet relacionados à conexão.

Fonte: Konnet


Voltar
WhatsApp: 81991645340