Distribuição de infraestrutura de Telecomunicações

         (81) 99164-5340 | (81) 3228 0919

Lemos Telecom

Notícias

icone facebook icone twitter icone gplus icone whatsapp


Tipos de data center e suas aplicações


Tipos de data center e suas aplicações

O termo data center é usado como uma definição genérica para qualquer ambiente mais ou menos organizado repleto de servidores e equipamentos de TI. No entanto, podemos segmentar os tipos de data center conforme a sua aplicabilidade.

Todos eles apresentam de acordo com a sua complexidade, características comuns relacionadas a um ambiente de missão crítica como sistemas de segurança e controle, ar condicionado e controle ambiental, detecção e supressão de incêndio, automação, além disso, podem conter componentes redundantes para garantir disponibilidade das aplicações mesmo se algum dispositivo ou serviço principal falhar.

Independentemente do tipo de data center, é usual que todos os equipamentos fiquem protegidos em ambiente enclausurado com infraestrutura específica para tal. Estes ambientes podem ser prédios inteiros, uma sala, um contêiner – e acredite, um único rack. Eles são preparados para garantir a integridade dos equipamentos caso ocorra incidentes como incêndios ou alagamentos no edifício, é claro como alguns limites técnicos.

Outro conceito comumente associados a qualquer tipo de instalação é o de modularidade, isto é, ser projetado para permitir o crescimento futuro de forma gradual, otimizando e flexibilizando o valor investido.

A seguir, descrevemos os três tipos de data center modulares:

1 Data Center em edifícios de missão crítica

Estes data centers ocupam prédios inteiros, que são construídos exclusivamente para este fim. Todas as pessoas que trabalham ali estão direta ou indiretamente engajadas na operação da instalação.

São ambientes projetados para alta disponibilidade e máxima eficiência por isso contam sistemas de alta densidade e redundância. É bastante usual que sejam certificados por instituições que atestam a qualidade operacional da instalação. (Por exemplo, sistema Tiers – Uptime Institute).

Saiba mais sobre o assunto: Tier – Certificar ou não certificar o data center? Eis a questão!

Custam alguns milhões e são acessíveis apenas aos “bolsos” de grandes corporações que possuem operações muito complexas ou têm a tecnologia como negócio principal.

2 Data Centers em edifícios multidisciplinares

É o tipo mais comum de data center e está presente na maioria das empresas. É indispensável já que estas organizações geram grande quantidade de dados, e operaram através de sistemas de gestão, vendas, logística.

Têm menor porte quando comparado aos edifícios de missão crítica e são projetados no próprio prédio da organização.

Por compartilhar o espaço com salas de escritório, banheiros, área de vendas onde há circulação de muitas pessoas, o data center é isolado fisicamente em um ambiente chamado sala segura ou sala cofre. Estes ambientes são construídos com materiais e equipados com sistemas que protegem os ativos de TI contra invasão de pessoas não autorizadas e ameaças como calor e umidade.

3 Data Centers Pré-Fabricados

Outdoor

Por limitação de espaço interno ou aproveitamento de áreas menos valorizadas como estacionamentos, as empresas podem optar por uma solução de data center pré-fabricado outdoor.

Eles têm as mesmas características de um data center tradicional, entretanto são instalados em containers ou construídos com painéis modulares.

É uma alternativa extremamente flexível que facilita a movimentação do data center para qualquer local.

Indoor

É uma solução que comporta em único rack todos os sistemas necessários para o funcionamento de um data center.

Pode ser instalado em espaço mínimo em poucos dias, já que os equipamentos presentes no rack são integrados e testados na fábrica.

É uma solução viável para pequenas empresas ou aplicações que precisam estar próximas do usuário, devido à características técnicas de rede como baixa latência.

Fonte: Redes Tecnologias e Serviços


Voltar
WhatsApp: 81991645340